Buscar
  • Ceort Taubaté

Síndrome do Túnel do Carpo

Definição – Compressão do Nervo Mediano ao nível do Túnel do Carpo


Epidemiologia – Mulheres 3/1, 30-60 anos.


Fatores de Risco – Gênero Fem, obesidade, tabagismo, DM e HAS, atividades laborais relacionadas a estímulos vibratórios e/ou repetitivos.


Patogênese

  1. Anormalidades anatômicas - diminuição do Túnel do Carpo, variantes musculares ou vasculares intra túnel, osteófitos, tumores benignos.

  2. Condições neuropáticas - DM, alcoolismo, exposição a solventes industriais.

  3. Condições inflamatórias – Artrite Reumatóide, Amiloidoses


Conteúdo do Tunel do Carpo – 10 componentes

  • Nervo Mediano

  • Flexor Longo Polegar

  • 8 Flexores Comuns dos Dedos.


Diagnóstico Clínico.

  • Mais comum = parestesia no território do Nervo Mediano.

  • Atrofia da Musc tenar (casos mais avançados), mão dominante, fraqueza do movimento de pinça.

  • Exame Físico – Durkan (+sens e espec), Phalen, Phalen invertido, Tinnel, Monofilamentos de Semmes Weistein.


Classificação de DELON e MACKINNON

Leve – Sinais objetivos e sintomas transitórios

Moderada – Sintomas constantes, Parestesia e Hipoestesia

Graves – Hipotrofia muscular, alt. Graves sensitivas.


Exames Complementares.

Rx Tunnel View – avalia anormalidades ósseas.


USG – avaliação de variações anatômicas e quantificação do tamanho do tunel (N<10mm)


Eletroneuromiografia – 90% sens. 60% espec. Exame pode ser inconclusivo pois não diferencia lesões neuropáticas com Sd do Tunel do Carpo.


Diagnósticos Diferenciais

Neuropraxia Nervo Mediano, Secção traumática do Nervo Mediano, neuropatia diabética periférica, Síndrome do pronador.

STC

Síndrome Pronador

Sintomas Noturnos

+

-

Fadiga Muscular

-

+

Phalen

+

-

ENMG

+

-

Tratamento Conservador.

Indicação = quadros leves e recentes <6M, sem atrofia muscular, pacientes com alterações cognitivas ou contra indicações ao proced cirurgico.


Repouso, AINES, Tala em extensão leve de punho, FST, infiltração com corticoesteróides (alivio temporário)


Mau resultados = pctes>60anos, sintomas > 10meses, parestesias constantes, Tenossinovite Estenosante.


Tratamento Cirurgico

Indicações = Falha do tratamento conservador, Atrofia de musculatura tenar, parestesia constante, duração patologia > 1ano,

Principio – Tenólise do Lig. Transverso do Carpo e Neurólise do Nervo Mediano.

Via Aberta por incisão longitudinal sobre o Lig Transverso do Carpo

Via Aberta por incisão transversa na prega de flexão palmar

Via Aberta minimanente invasiva por Videoartroscopia

Via Endoscópica = indicada para STC idiopáticas, sinovite e rigidez. Tem como desvantagens campo de visão limitado, vulnerabilidade do nervo mediano e lesão iatrogênica.


Pós Operatório

Mobilização precoce sem carga por 3 semanas, fisioterapia motora para ganho de arco de movimento em pinça. Retorno as atividades laborais em 1M a 2M (depende da atividade exercida e gravidade da patologia)

Complicações Pós Operatórias

Alívio Incompleto, Lesão do Nervo cutâneo Palmar Sensitivo, Rigidez, Neurite, Distrofia Simpático Reflexa de Sudek.


Dr. Marco Ude

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo